As questões mais comuns sobre o uso do FGTS para adquirir um lar

Quando decide-se adquirir uma casa, apartamento ou o que for de imóvel, sempre surgem perguntas em relação ao FGTS para ajudar na obtenção. Inicialmente devemos entender o que é FGTS, este que é o chamado Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. Ele é baseado na criação por lei federal, de uma poupança de 8% em relação ao pagamento de salário do colaborador. Isso é pego pelo contratante e então é colocado na conta bancária do seu funcionário. Não existem taxas para a sua retirada, e ele poderá ser sacado na Caixa Econômica Federal.

A maior dúvida dos trabalhadores do país é sobre quando pode-se pegar o valor que está retido nesta conta. A princípio estes indivíduos tem a permissão de fazer esse saque quando houver um desligamento da empresa ou para realizar parte do pagamento ao comprar uma casa em seu nome. Hoje em dia é possível também pegá-lo quando o contribuinte deseja adquirir ações em empresas vinculadas ao governo como por exemplo Petrobras.

carteira de trabalho

Se você está decidido em comprar a sua casa própria em uma imobiliária na fazenda rio grande vai precisar entender as condições para poder sacar o FGTS. Será preciso ter contribuído, pelo menos, 3 anos ao governo; jamais ter um financiamento presente em qualquer local do Brasil para comprar o lar; não ser classificado como proprietário em nenhum tipo de imóvel com intuito de torná-lo residencial, mesmo que ainda esteja na planta ou que você tenha comprado um terreno sem obras ativas. As pessoas poderão comprar tanto para fins residenciais ou comerciais com este benefício. Mas atenção: se você quer comprar para abrir sua empresa, o mesmo deverá ser usado como residência sua. Outro ponto é que o valor do benefício que será resgatado terá uma redução ajustado para a parte que será utilizada para atividades comerciais.

Algo que rodeia os pensamentos dos contribuintes também é se é permitido juntar o FGTS de outro indivíduo com objetivo de realizar a compra. Claro, dá sim! Mas na condição de que ambos que fizeram a retirada para este façam o registro no documento do imóvel de que os dois são proprietários. No caso de cônjuges, aquele limite vale também pra eles. Se no caso você é uma alma caridosa e quer ajudar seus familiares na compra da casa, será também possível desde que nos documentos legais dela esteja apresentado que você também é dono.

Se você é um felizardo que já tem um lar para chamar seu poderá usar o FGTS para reformá-lo se este for o seu desejo. Mas será necessário formalizar com um profissional da área de construção uma agenda e planejamento do que será feito, para que assim os fundos sejam liberados periodicamente. Segundo o portal Exame, atente-se para um detalhe importantíssimo: jamais você poderá usar seu imóvel para fins de aluguel. Se o governo descobrir que o proprietário não o usa para morar, poderá sofrer várias multas por causa disso.

Se você quer saber qual é o seu saldo atual basta se dirigir a qualquer banco Caixa e apresentar seus documentos de identificação. O funcionário vai verificar no mesmo instante para você. Ansioso para sacar e dar entrada? Fique com algumas dicas antes de realizar a compra:

Categories: Dicas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *